Por: Ministério de Minas e Energia (MME)

Durante reuniões multilaterais em Davos, na Suíça, o Ministério de Minas e Energia (MME) abordou temas como combustíveis sustentáveis e o avanço da transição energética. Representando o país nos encontros, Alexandre Silveira, ministro de Minas e Energia, defendeu o mandato para hidrogênio, combustível sustentável de aviação e diesel verde de países desenvolvidos para estimular a produção desse produto na América Latina.

Transição energética

Para o ministro, os incentivos e subsídios dados pelos países ricos não são suficientes para promover a transição energética em nações emergentes. “Países desenvolvidos devem financiar a transição criando demanda. Além da questão da sustentabilidade, essa economia não pode deixar de ser capitalizada pelos países em desenvolvimento”, afirmou Silveira durante a participação na reunião.

Em outra agenda multilateral, o ministro destacou que o Brasil ainda avança na transição energética. “O modo como o Brasil vê a transição energética tem duas grandes potencialidades, uma é a questão da sustentabilidade, mas também uma nova economia que deve seguir para poder fazer inclusão e justiça”, disse.

 

Confira notícias relacionadas