A NEC Corporation, que atua com integração de TI e tecnologias de rede, publicou recentemente o “ESG Databook 2023″, um relatório sobre as suas iniciativas ESG (environmental, social, and governance ou meio ambiente, social e governança), estabelecido desde abril de 2022. O documento visa apresentar as metas, conquistas e planos futuros nesse segmento.

Segundo a empresa, sua política básica para a gestão da sustentabilidade inclui: contribuir para a resolução de questões sociais através do negócio da companhia, garantir a gestão de riscos e conformidade e promover a comunicação com as partes interessadas”.

As principais iniciativas divulgadas no Databook ESG 2023 são as seguintes:

1- Fortalecer a materialidade, tema prioritário de gestão na perspectiva ESG

Como parte da estratégia financeira do Plano de Gestão de Médio Prazo 2025, a NEC identificou sete dimensões, que são temas a serem abordados para fortalecer a base não-financeira (ESG/financeira futura) que apoia o crescimento sustentável da empresa e da sociedade.

Além disso, a partir do exercício social iniciado em 1º de abril de 2023, a companhia posicionou as sete materialidades como “Materialidade Fundamental” para fins de redução de risco e melhoria da taxa de crescimento. Isto foi feito para demonstrar mais claramente a sua posição de aumentar o valor corporativo, integrando iniciativas ESG tanto para redução de riscos como para crescimento/criação de oportunidades.

Os temas sociais e ambientais a serem criados por meio do avanço do Plano de Gestão Estratégico 2025 e o próximo pilar das empresas em crescimento têm sido organizados em cinco temas como “Materialidade de Crescimento” a fim de gerar oportunidades e melhorar a taxa de crescimento.

2- Reduzir os riscos ambientais com foco na diminuição do custo de capital e na promoção dos negócios que contribuam para a neutralidade carbônica

Em julho de 2022, a NEC emitiu o seu primeiro SLB (Sustainability Linked Bond – Títulos Vinculados à Sustentabilidade, na tradução livre para o português), com Metas de Desempenho de Sustentabilidade (SPTs), de forma a manter a classificação “A” na avaliação de Mudanças Climáticas CDP e reduzir as taxas de emissões de CO2 para os escopos 1 e 2.

Em setembro de 2022, a empresa reviu a sua meta de emissões de CO2 para praticamente zero em toda a cadeia de abastecimento com foco no ano de 2050, cuja meta deverá ser atingida até 2040, dez anos antes do que foi estabelecido junto ao Acordo Climático.

Em resposta, a organização também atualizou os SPTs do SLB para o exercício financeiro de 2024 para um nível de meta mais elevado. Ao mesmo tempo, fortaleceu os sistemas e processos para contribuir para a descarbonização dos  clientes e da sociedade como um todo, ligando os resultados das próprias iniciativas avançadas e know-how à criação de produtos e serviços.

3 – Atualizar iniciativas na área social, incluindo o fortalecimento da segurança da própria empresa e da sociedade e a análise do capital humano

A NEC posiciona a segurança cibernética e a segurança da informação como uma forma de materialidade. A companhia trabalha para promover medidas de acordo com as Diretrizes de Gestão de Segurança Cibernética (Ver. 3.0), do Ministério da Economia; Comércio e Indústria do Japão, e do Framework de Segurança Cibernética (Ver. 1.1), do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia (NIST), com sede nos Estados Unidos, e ainda divulga suas iniciativas no “Relatório de Segurança da Informação NEC”.

Junto a isso, com o objetivo de confirmar a eficácia da gestão do capital humano e melhorar as medidas, conduziu uma análise de causa e efeito para identificar iniciativas que levarão a um aumento na pontuação de engajamento, um dos KPIs do plano de gestão de médio-prazo com foco em 2025. A organização continuará confirmando a eficácia das medidas não financeiras e a prosseguir o ciclo de melhoria, a fim de reidentificar iniciativas não-financeiras que conduzam ao aumento do valor empresarial e, assim, alocar os investimentos de forma adequada.

4- Fortalecimento da Governança

Em junho de 2023, a NEC fez a transição de uma empresa com um conselho de auditores corporativos para uma empresa com uma comissão de nomeações, com o objetivo de separar a supervisão da execução e fortalecer a função de supervisão do conselho de administração.

A maioria dos membros do Conselho de Administração será composta por diretores externos independentes, e esses diretores independentes presidirão o Comitê de Nomeação, o Comitê de Remuneração e o Comitê de Auditoria, melhorando assim a transparência e a objetividade da gestão.

No que diz respeito à execução dos negócios, a NEC acelerará a tomada de decisões e execução, delegando autoridade aos diretores executivos. Além disso, como parte dos esforços para fortalecer a governança no lado executivo, estabeleceu um sistema de gestão de risco interempresarial liderado pelo CRO (Chief Risk Officer), e em julho, criou o CAO (Chief Audit Officer) para a detecção precoce de riscos e o fortalecimento da auditoria interna.

Em reconhecimento às sua iniciativas ESG, a empresa foi incluída no Dow Jones Sustainability Indices World Index (DJSI World) e no Dow Jones Sustainability Indices Asia Pacific Index durante três anos consecutivos. Também tem sido continuamente incluída nos índices FTSE4Good e MSCI ESG Leaders.

Na área ambiental, a NEC tem sido reconhecida por seu compromisso com a sustentabilidade corporativa pela organização ambiental global sem fins lucrativos CDP, garantindo um lugar em sua prestigiosa “Lista A” por quatro anos consecutivos, em virtude de seus esforços no combate às mudanças climáticas, bem como na proteção da segurança hídrica.

A compamhia ainda foi listada como “Líder em Engajamento de Fornecedores” na Avaliação de Engajamento de Fornecedores em questões climáticas por três anos seguidos, e recebeu um ranking de “Platina” em sustentabilidade, fazendo parte do top 1% das empresas em todo o mundo de acordo com a EcoVadis, que avalia fornecedores.

 

Confira notícias relacionadas