Por: Ministério da Agricultura e Pecuária

Singapura anunciou a abertura parra o mercado de gelatina e colágeno bovinos provenientes do Brasil. As negociações para a aprovação do Certificado Sanitário Internacional (CSI), exigido para o comércio desse tipo de produto para consumo humano, duraram cerca de um mês.

Mercado de gelatina e colágeno bovinos em Singapura

Em 2022, o país asiático importou o equivalente US$ 62 milhões dos dois produtos, sendo aproximadamente US$ 6 milhões em gelatina bovina, principalmente da China, e cerca de US$ 56 milhões em colágeno, oriundo dos Estados Unidos.

O colágeno bovino é um insumo com diversas propriedades tecnológicas e nutricionais. É muito utilizado na indústria alimentícia para a produção de embutidos, e como matéria-prima para a fabricação de remédios e cosméticos.

Esse novo anúncio soma-se à recente abertura do mercado de Singapura para crustáceos e moluscos bivalves congelados e para carnes bovina e suína processadas do Brasil, o que deverá contribuir para o aumento do fluxo comercial com o país. Tais resultados são fruto do trabalho conjunto do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e do Ministério das Relações Exteriores (MRE).

 

Confira notícias relacionadas