Por: Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República

Divulgado pelo Banco Central na segunda-feira (18 de março), o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) revelou que a economia brasileira cresceu mais do que o esperado. A alta foi de 0,6% em janeiro, na comparação com o mês anterior. O índice superou as projeções dos analistas financeiros, que estimavam um crescimento de 0,26%. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, o incremento foi ainda mais significativo, com 3,45% de alta.

Levando em conta o trimestre finalizado em janeiro, a alta foi de 0,90%, enquanto que em relação aos 12 meses, o crescimento alcançou 2,47%. Já em relação ao mesmo trimestre do ano passado, a alta foi de 2,37%.

O IBC-Br é considerado uma “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), que fornece dados sobre a evolução econômica do país. O indicador mensal abrange três principais setores econômicos: agricultura, indústria e serviços.

De acordo com o Banco Central, o IBC-Br contribui para a formulação de estratégias de política monetária e oferece uma visão mais precisa do cenário econômico atual. O índice é uma das ferramentas usadas pelo BC para definir a taxa básica de juros do país.

Confira notícias relacionadas