A Huawei, em cooperação com a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI) e parceiros locais, anunciou que promoverá a inovação e a aplicação da tecnologia de inteligência artificial no setor agrícola na América Latina, visando facilitar a transformação digital da agricultura na região.

Em julho de 2023, a empresa e o órgão, juntamente com outras companhias internacionais, estabeleceram a Aliança Global para Inteligência Artificial na Indústria e na Manufatura. Esta aliança visa fomentar a colaboração global, compartilhar conhecimentos e reconhecer a IA como uma plataforma de melhores práticas industriais.

“Estamos testemunhando a união da conectividade móvel e da inovação industrial. O 5G, combinado com a IA e a computação em nuvem, cria muito valor para setores como a indústria e a agricultura, resultando em significativas melhorias na eficiência e na qualidade do trabalho e uma grande melhoria na segurança das áreas”, disse Farrukh Alimdjanov, diretor de Desenvolvimento Industrial da ONUDI. “A aplicação da IA na agricultura tem um grande potencial para enfrentar eficazmente desafios como a baixa produtividade e a diminuição da força de trabalho”, completou.

Vinicius Caram, superintendente de Outorgas e Recursos à Prestação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), comentou que a integração entre TI e agricultura permitirá que o setor entre rapidamente na era digital. Ele ressaltou que a inteligência artificial terá um papel decisivo no futuro da produção agrícola no Brasil, mas esse desenvolvimento requer a inovação sinérgica de diferentes setores e a combinação de tecnologias emergentes (internet das coisas – IoT, IA e computação em nuvem).

Para Atilio Rulli, vice-presidente de Relações Públicas da Huawei para a América Latina e Caribe, a conectividade é o primeiro passo para alcançar a transformação digital e a atualização do setor agrícola. “A Huawei, juntamente com os seus parceiros, acumulou uma vasta experiência em aplicações industriais e está ansiosa por trabalhar com a ONUDI e parceiros latino-americanos para levar para o setor agrícola estas experiências bem-sucedidas de transformação digital”, enfatizou.

 

Confira notícias relacionadas