O American Hardwood Export Council (AHEC), órgão fiscalizador e fomentador no setor de madeiras nos Estados Unidos, lançou uma versão em português do Guia para as Madeiras Duras Americanas Sustentáveis.

A primeira metade do livro apresenta uma análise das propriedades, aplicações e credenciais ambientais dos EUA de espécies de madeiras disponíveis comercialmente. Já a segunda parte fornece uma explicação do sistema de classificação da National Hardwood Lumber Association (NHLA), que é o padrão nacional da indústria madeireira de folhosa do mercado norte-americano e que compõe a classificação de exportação.

“A nossa missão é não só promover a matéria prima em si, mas também oferecer de forma gratuita um guia educativo sobre sustentabilidade e informações técnicas sobre o uso dessas madeiras. Com o livro em português, contribuímos com o setor ao incluirmos um player importante como o Brasil”, comenta Michael Snow, diretor executivo global do AHEC, acrescentando que o trabalho é voltado para arquitetos, designers de interiores, fabricantes de móveis, construção civil e qualquer pessoa interessada em usar materiais sustentáveis em seus projetos.

Segundo o AHEC, uma das principais vantagens do uso de madeiras duras americanas sustentáveis é a procedência responsável. O órgão afirma que tem se dedicado à gestão florestal sustentável, garantindo que a colheita de madeiras seja realizada de maneira ecologicamente correta, socialmente benéfica e economicamente viável.

Carvalho americano

Do volume florestal total dos Estados Unidos de madeiras duras americanas de 14,6 bilhões m³, a espécie com maior volume plantado é o carvalho americano que se subdivide em vermelho e branco. Trata-se de um material amplamente utilizado na fabricação de móveis e na construção, e seu uso ainda se estende à produção de bebidas alcoólicas. Juntas, as duas variações do carvalho vermelho representam aproximadamente 22,3% de todo o volume de madeiras duras americanas comercializáveis plantadas – mais de 3,2 bilhões de m³ por ano.

Crédito da foto em destaque: Reprodução

 

Confira notícias relacionadas