Por Agência Gov

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que, em 2023, a área sob alerta de desmatamento na Amazônia caiu pela metade, na comparação com 2022, registrando assim o menor número desde 2018. No Cerrado, houve aumento de 43% nas áreas em alerta.

Os dados são do Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), do Inpe, e abrangem o ano de 2023 até o dia 29 de dezembro. Na Amazônia Legal, a área com alertas de desmatamento foi de 5.152 km². Em 2022, o número havia atingido 10.278 km².

Na região, o Pará foi estado que registrou a maior área de vegetação destruída em 2023, com 1.902 km², seguido pelo Mato Grosso, com 1.408 km².

Cerrado

A área sob alerta de desmatamento no Cerrado, em 2023, foi de 7.828km². Em 2022, foram registrados 5.463 km². O Maranhão foi o estado com maior área atingida, 1.765 km², seguido pela Bahia, com 1.727 km².

Deter

O Deter é um levantamento rápido de alertas de evidências de alteração da cobertura florestal na Amazônia, feito pelo Inpe. Foi desenvolvido para dar suporte à fiscalização e controle de desmatamento e da degradação florestal.

 

Confira notícias relacionadas