Por: Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa)

O Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e o Ministério da Fazenda reuniram-se com representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA), da Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e com as instituições financeiras que operam crédito rural para tratar da evolução de seus financiamentos ao setor agropecuário na atual safra e da política de apoio creditício com recursos subvencionados.

Crédito rural

Apesar das adversidades climáticas ocorridas no primeiro trimestre desta safra, de julho a setembro, em importantes regiões de produção agropecuária, o valor agregado do crédito rural nesse período, e em diferentes linhas de financiamento, foi 11% superior ao observado em 2022, evidenciando o bom desempenho das instituições financeiras relativamente ao comprometido em sua programação trimestral para a safra.

“As medidas de apoio creditício com recursos subvencionados, cuja alocação para as instituições financeiras, baseada em critérios aprimorados de competitividade, foi reconhecidamente considerada como importante avanço em termos de transparência e de eficácia na utilização de recursos públicos”, destacou Wilson Vaz de Araújo, secretário adjunto substituto de Política Agrícola do Mapa.

Em relação ao próximo Plano Safra, o Mapa e o Ministério da Fazenda anteciparam algumas ideias a serem construídas, em consulta às instituições financeiras, abrangendo a revisão dos critérios de alocação de recursos equalizáveis para essas instituições, no intuito de assegurar que os recursos do crédito rural sejam disponibilizados conforme a demanda do produtor ao longo da safra nas diferentes regiões do país.

 

Confira notícias relacionadas