O BS2, banco digital focado em empresas, e a A de Agro, startup de dados para o agronegócio, firmaram uma parceria para auxiliar a concessão de crédito para produtores rurais, com rotinas tecnológicas e utilização de inteligência artificial.

A agfintech entra com a expertise na análise histórica do produtor e no monitoramento da safra, com acompanhamento do clima e do regime de chuvas. Seu trabalho tem como meta quatro grandes pilares: Motor Territorial (busca de territórios por titularidade e análise da governança territorial do produtor), Motor ESG (mitiga riscos socioambientais, Motor Agro (identifica cultura, produtividade e riscos agronômicos) e Motor Financeiro (analisa a capacidade de geração de receita do produtor cruzando informações agronômicas com indicadores financeiros das culturas).

Já o banco, que ingressou no mercado agro e inaugurou uma plataforma comercial no Centro-Oeste em 2023, utiliza os dados desta análise para gerenciar riscos no momento de conceder crédito para o produtor rural pessoa física.

Na visão de Giuseppe Paternostro, diretor executivo de Crédito do BS2, ter informações claras no agronegócio é crucial para fornecer crédito de forma sustentável, permitindo avaliações mais precisas das demandas dos produtores e calibrando risco e oportunidades de forma mais ágil. “Esse é um segmento de extrema relevância no cenário nacional e de participação no PIB e queremos estar ao lado dos produtores. A parceria com a A de Agro nos fornece esse diferencial competitivo”, comenta.

“Vamos integrar o nosso produto às demandas do banco BS2. A concessão de crédito rural tem particularidades que não existem em outros modelos e desenvolvemos uma solução que integra não só as informações do produtor, mas histórico de plantio e conformidades do local de cultivo. Estamos felizes em participar de um projeto importante dentro de uma das instituições financeiras que mais trazem possibilidades aos seus clientes”, conta Rafael Coelho, CEO da A de Agro

De acordo com o Censo Agropecuário do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2017, o Brasil possui cerca de 5 milhões de produtores rurais que atuam no agronegócio como pessoas físicas. Houve também um aumento de 5,8% em áreas ocupadas por unidades rurais em 10 anos. “É um mercado imenso ainda a ser explorado”, afirma Jean Jorge Araújo, superintendente comercial do BS2 no Centro-Oeste. “Com nossa expertise em empresas, vamos chegar ao produtor rural com um atendimento mais personalizado e preditivo”.

 

Confira notícias relacionadas