Conforme análise comparativa do Instituto Paulista do Transporte de Cargas (IPTC) entre as semana de 20 a a 26 de agosto e 27 de agosto a 2 de setembro, os preços do diesel aumentou em todas as capitais analisadas. Algumas localidades tiveram movimentações mais significativas.

Caso de Campo Grande (MS), onde o valor do Diesel S10 caiu em -2,77% – atualmente, o prelo é de R$ 5,97. Cuiabá (MT), elevou o combustível em 4,30%, apresentando valor de R$ 6,31. Lá, o valor do diesel comum subiu em 4,38%, chegando a R$ 6,19.

João Pessoa (PB), apresentou o diesel S10 em 3,66%, resultando no valor de R$ 5,95. Também aumentou a porcentagem do valor do combustível comum em 3,30%, para R$ 5,63. Em Macapá (AP), a alta foi de 3,28%, custando R$ 6,62. Já o comum subiu cerca de  4,67% – seu valor atual é de R$ 6,27.

São Luís (MA) elevou o gasóleo comum em 4,23%, custando hoje cerca de R$ 5,92. Em São Paulo (SP) não foi diferente: o combustível S10 subiu em 2,53%, com valor atual de R$ 6,09, e o diesel comum em 1,91%, apresentando o valor de R$ 5,88.

Segundo Ricardo Henrique, analista de dados do IPTC, a última semana demonstrou uma estabilidade na variação dos preços do diesel, embora tenha mantido a tendência de aumento. “Essa constância surpreendente na variação de preços contrasta com as repercussões do recente e significativo aumento nos preços dos combustíveis anunciado pela Petrobras. Vale ressaltar que, devido à ausência de dados disponíveis, não foi possível analisar a variação de preços em algumas capitais”.

Analisando individualmente, hoje, a capital brasileira com diesel mais caro é Rio Branco (AC), com os seguintes valores: Diesel S10 em R$6,73 e comum em R$ 6,64.  Fortaleza apresenta o combustível mais em conta, com o S10 custando a R$ 5,98 e o diesel comum em R$ 5,59.

Crédito da foto em destaque: DepositPhotos

Confira notícias relacionadas